Meu Malvado Favorito 3 Chega à Tela Grande: Uma Análise do Filme

Meu Malvado Favorito 3 é o mais novo lançamento do cinema de animação. O filme, que estreou no Brasil no dia 29 de junho de 2017, é a sequência das aventuras do ex-vilão Gru e seus fiéis minions. E, como era de se esperar, a nova produção já conquistou o público de todas as idades.

A animação, dirigida por Pierre Coffin e Kyle Balda, tem sua história iniciada após a demissão de Gru da Liga Anti-Vilões, uma vez que deixara escapar o vilão Balthazar Bratt, que agora ameaça a cidade de Los Angeles. Sem muitas opções de trabalho, Gru decide retornar às suas raízes e conhecer seu irmão gêmeo, Dru. Juntos, eles pretendem roubar um diamante de Bratt e assim salvar a cidade.

O filme segue a mesma linha visual e narrativa dos longas anteriores. Gru (voz de Steve Carell) e seu bando de minions cômicos, que já conquistaram o público em dois filmes anteriores, continuam a ser o grande atrativo da animação. Aliás, são os personagens principais que, em muitos momentos, salvam a trama da monotonia.

A estrutura do roteiro repete a fórmula dos filmes anteriores, com piadas que fazem referências a outras produções conhecidas do público, além daquelas mais infantis. O diretor Pierre Coffin que, por sinal, é o responsável pelas vozes dos minions, traz ágeis momentos de humor visual na animação. No entanto, em determinado ponto, o filme se distancia da comédia e explora mais os conflitos emocionais da história.

Apesar disso, o filme possui alguns defeitos. A trama, em certos momentos, parece desnivelada e dirige-se mais para o público infantil. Além disso, as subtramas do filme acabam não sendo muito bem exploradas e o grande vilão Bratt (dublado por Trey Parker), não tão ameaçador quanto poderia ser.

Apesar desses problemas, Meu Malvado Favorito 3 tem muito a oferecer. A diversão é garantida para crianças e adultos, e as mensagens de união familiar e perseverança, apesar das adversidades, são importantes para todas as idades.

Conclusão

Em suma, Meu Malvado Favorito 3 é um filme que cumpre o papel de entreter. Sem grandes novidades ou inovações, a animação segue a linha dos filmes antecessores. No entanto, o carisma dos personagens principais e o humor presente em momentos específicos fazem do filme uma boa opção para toda a família. Afinal, quem não adora os pequenos minions, que arrancam risos e suspiros de fofura?